A falha na segurança do Facebook, em junho deste ano, provocou a divulgação de dados pessoais de mais de seis milhões de usuários da rede social. No entanto, os usuários podem tomar medidas que protejam seus dados pessoais, independente da segurança dos sites em que se cadastram.

Image

De acordo com a Kaspersky Lab, empresa especializada em segurança digital, usar um e-mail diferente do seu pessoal para receber as notificações é uma das medidas de prevenção. Dessa forma, caso sua conta seja atacada, apenas os dados de notificações estarão disponíveis. Além disso, no caso de um vazamento, o seu endereço pessoal permanecerá oculto e a salvo.

Outra dica se refere às postagens nas redes sociais. Ao criar um post com texto ou fotos que quer divulgar só para amigos, lembre-se que uma falha pode tornar ele visível. Mensagens particulares ou de extremo sigilo devem ser trocadas pessoalmente ou por um meio de comunicação direta. Também é importante procurar criptografar arquivos pessoais armazenados na nuvem.

Apesar de ser uma das principais formas de segurança online, é válido lembrar que a força das senhas é muito importante, que não contenham palavras do dicionário, dados pessoais ou ordem de letras no teclado. As senhas mais seguras misturam letras, números e caracteres especiais.

Outra forma de se proteger é associar sua conta do Facebook a um dispositivo móvel. Isso proporciona mais controle ao usuário, que pode monitorar a segurança do perfil. Esta é vista como uma das opções mais indicadas. “Ela atrela uma conta a um número de celular e permite controlar o acesso através de códigos SMS ou aplicações para smartphones, mesmo que a conta seja roubada”, explica Fabio Assolini, o analista sênior de segurança da Kaspersky no Brasil.

Habilitar as notificações de login do Facebook é muito simples e muito eficaz na proteção de seus dados. Afinal, desta forma, a rede envia um e-mail sempre que houver uma tentativa de acesso em sua conta por um novo dispositivo, te mantendo sempre a par de toda tentativa de login em sua página.

E por falar em login, habilitar as aprovações de acesso à conta também são opções de prevenção. Com essa medida, a rede passa a solicitar um código para que a conta seja acessada por meio de um novo dispositivo não autorizado. Lembre-se de que o Facebook informa as sessões ativas de uma conta nas configurações de segurança. Isto permite saber de onde partiram as tentativas de login. A rede social também permite criar senhas de acesso para aplicativos de terceiros.

Fonte: techtudo.com.br

 

Por: Eniac

Publicado em: 4 de julho de 2013

Categorias: Sem categoria.