Matéria publicada em 04/06/2013 por IDG Now!

O tráfego móvel de dados continuará a crescer significativamente nos próximos anos, uma tendência impulsionada principalmente pelo vídeo. É o que revelam duas pesquisas recentes, da Ericsson e da Cisco.

De acordo com o Relatório de Mobilidade da Ericsson, o vídeo já é o maior segmento de tráfego de dados nas redes móveis e deverá cresce 60% ao ano, impulsionado por mais velocidade da infraestrutura. O consumo médio de vídeo é de 2,6 GB por assinatura, por mês, em algumas redes.

Image

ImageImageSignifica que os internautas estão passando mais tempo em aplicações de vídeo, que demandam com uso intenso de dados? Não! Os consumidores estão passando mais tempo em redes sociais: uma média de 85 minutos por dia, em algumas redes. O que leva a crer que as projeções de crescimento não são exageradas.

Image

O dados bate com o verificado pela comScore no mercado norte-americano. Segundo a empresa, em fevereiro de 2013,  178 milhões de visitantes únicos dos Estados Unidos assistiram 33 bilhões de vídeos online em fevereiro. Não surpreendentemente, o YouTube continua sendo o site de conteúdo de vídeo mais popular até agora. Os americanos  assistiram 1,2 bilhões de vídeos em sites do Google, o que equivale de 34% de todos os vídeos vistos nos Estados Unidos em fevereiro. Muito mais interessante é que o Facebook vem em terceiro, atrás AOL com 558 milhões de visualizações de vídeos.

Image

Cisco
A tendência é confirmada também por estudo da Cisco. Segundo o Visual Networking Index (VNI), os usuários globais da rede irão gerar 3 trilhões de minutos de vídeo de Internet por mês, ou seja, 6 milhões de anos de vídeo por mês, ou 1,2 milhão de minutos de vídeo a cada segundo, o que equivale a dois anos de vídeo por segundo.

Até 2017, haverá quase 2 bilhões de usuários de vídeo pela Internet no mundo (excluindo aqueles exclusivamente móveis), comparado a 1 bilhão de usuários de vídeo da Internet em 2012.

Ainda segundo a Cisco, o tráfego de vídeo de Internet para TV aumentará quase 5 vezes entre 2012 (1,3 exabytes por mês) e 2017 (6,5 exabytes por mês). Até 2017, vídeos de internet 3D e HD totalizarão 63% do tráfego de vídeo na internet destinado a consumidores (não corporativo). Ou seja, aumentarão 4 vezes entre 2012 e 2017.

Já o tráfego de vídeo de internet de negócios aumentará 5,3 vezes entre 2012 e 2017. Os vídeos representarão 58% de todo o tráfego de internet de negócios em 2017, comparado a 31% em 2012.

Via – IDG Now!

Fonte: http://idgnow.uol.com.br/

Por: Eniac

Publicado em: 4 de junho de 2013

Categorias: Sem categoria.