Rede de Ensino Médio Técnico foi interrompido devido a liminar de uma instituição de ensino

Ruy Guérios, do Eniac "Suspensão é apenas temporária"

O programa Rede Ensino Médio Técnico, uma parceria entre a Secretaria Estadual de Educação, a Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Centro Paula Souza e Instituto Federal de Educação e Ciência e Tecnologia de São Paulo (IFSP), está suspenso.

A suspensão foi comunicada pela Secretaria Estadual de Educação, na semana passada, que informou que o programa foi adiado temporariamente em razão de liminar concedida a uma das instituições de educação profissional que não havia sido habilitada junto ao programa.

Para o diretor do Grupo Educacional Eniac, Ruy Guérios, a situação será normalizada até a próxima semana. “Os alunos podem ficam tranquilos que nós retomaremos as aulas e o Eniac está dentro do padrão estabelecido”, afirmou.

No Eniac, os alunos poderão optar pelas áreas de Mecatrônica e Robótica, Informática, Redes de Computadores, Logística, Administração de Empresas e Hospedagem. “Nosso Centro de Treinamento em TI já é uma iniciativa para formação de mão de obra diferenciada, e com essa parceria, nos tornamos cada vez mais atuantes na aproximação entre mercado e academia”, completa Guérios.

Em nota, a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo informou que a Fundação para o Desenvolvimento da Educação (FDE), órgão responsável pelos contratos da Pasta, foi notificada oficialmente somente na última sexta-feira da decisão judicial e estuda recorrer.

Programa conta com investimento de R$ 60 milhões

Lançado em julho deste ano pelo governador Geraldo Alckmin e pelo secretário da Educação, professor Herman Voorwald, o programa conta com um investimento de R$ 60 milhões e tem como proposta articular o Ensino Médio regular da rede estadual à educação profissional técnica.

Na iniciativa, a educação técnica profissional será oferecida de duas formas: uma na modalidade concomitante, o aluno cursará o Ensino Médio na rede estadual e o técnico à parte, e a outra na modalidade integrada, a formação básica e o ensino técnico serão oferecidos em um único curso.

Esse modelo será implantado nos 155 municípios paulistas que possuem população acima de 40 mil habitantes, que juntos somam 1,3 milhão de estudantes matriculados no Ensino Médio da rede estadual.

Para o início do próximo semestre está previsto um novo edital de credenciamento, que possibilitará a oferta de mais 125 mil vagas.

 Fonte: Guarulhos Webhttp://www.guarulhosweb.com.br/noticia.php?nr=44382

Por: Eniac

Publicado em: 24 de novembro de 2011

Categorias: Sem categoria
Tags: , .