Pesquisa do Pew Research aponta que consumo de noticiário online é maior que em meios tradicionais nos Estados Unidos; televisão ainda lidera

O consumo de noticias online atingiu o seu mais alto nível desde os anos 1990 e, pela primeira vez, ultrapassou o noticiário em rádio e em jornais. É o que aponta a pesquisa “Trends in News Consumption: 1991-2012”, do instituto norte-americano Pew Research Center for the People and the Press. Os dados foram divulgados nessa quinta-feira, 27.

De acordo com os indicadores, a liderança ainda permanence com a televisão, ainda que o patamar de consumo seja o mais baixo da história. Entre os respondentes, 55% afirma que assistiu noticiário na televisão. Em 1991, o número era 68%. Em segundo lugar vem o consumo de notícias online, com 39%. Na sequência vêm o rádio, com 33% e jornais, com 29%. A maior queda do consumo de informação na TV se concentra no público jovem. Entre os pesquisados de 18 a 29 anos, o hábito caiu de 42% (em 2006) para 28% (em 2012).

“Há sinais de que o noticiário televisivo – que até agora teve uma audiência fiel, mesmo com o crescimento da internet – está cada vez mais vulnerável, pois pode estar perdendo a sua influência na próxima geração dos consumidores de notícias”, avalia o relatório do instituto.

Online ultrpassa jornais e rádio; TV lidera + Online ultrpassa jornais e rádio; TV lidera

Fonte: Meio e Mensagem http://www.meioemensagem.com.br/home/midia/noticias/2012/09/28/Noticias-online-passam-jornais-e-radio

Por: Eniac

Publicado em: 28 de setembro de 2012

Categorias: Sem categoria.