Acordo irá acelerar a criação startups de tecnologia no país.
Áreas de games, educação, comunicações e saúde serão beneficiadas.

Amanda Demetrio Do G1, em São Paulo

Fabio Souto, diretor do Microsoft Technology Center, anuncia investimento para startups brasileiras (Foto: Amanda Demetrio/G1)

O Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação e a Microsoft anunciaram nesta terça-feira (17) que fecharam um acordo para a criação de aceleradoras de empresas voltadas a tecnologia no Brasil. O anúncio foi feito durante a inauguração do centro de tecnologia da empresa norte-americana no país.

A idéia é que a parceria estimule a criação de startups –empresas em estagio inicial– brasileiras principalmente nas áreas de games, educação, energia, telecomunicações e saúde.

Serão seis aceleradoras em seis cidades brasileiras, com ao menos dez startups cada uma. Por enquanto, apenas quatro das cidades foram definidas: São Paulo, Rio de Janeiro, Recife e Salvador.

As novas empresas ficaram nas incubadoras durante o período de três anos, com acesso as tecnologias fornecidas pela Microsoft. A companhia norte-americana já tem um programa semelhante, de estímulos a microempresas, chamado BizSpark, que já atendeu a mais de 2 mil startups no Brasil, segundo a empresa.

Centro de inovação
A Microsoft inaugurou em São Paulo, nesta terça-feira, um Microsoft Technology Center, centro de tecnologia que já é mantido pela companhia em ao menos 17 países. A idéia é que o local mostre a empresas maneiras com as quais a tecnologia pode ser aplicada a suas necessidades.

De acordo com a companhia, o centro é formado por ambientes de desenvolvimento e implementação, além de laboratórios e salas multitarefa. O local também é equipado com um datacenter com 360 processadores e capacidade de 700 terabytes.

Fonte: G1.globo.comhttp://g1.globo.com/tecnologia/noticia/2012/01/governo-e-microsoft-fecham-acordo-para-estimular-empresas-brasileiras.html

Por: Eniac

Publicado em: 17 de janeiro de 2012

Categorias: Sem categoria.