Não é ficção científica, nem Hollywood: estudantes da universidade norte-americana San Jose State University desenvolveram uma motocicleta com duas esferas gigantes nos lugares onde tradicionalmente ficam as rodas. O projeto tem como objetivo permitir movimentação omnidirecional do veículo.

Moto já ganhou um protótipo ainda não funcional (Foto: Divulgação)
Moto já ganhou um protótipo ainda não funcional (Foto: Divulgação)

O conceito é único no “mundo real”, mas já foi utilizado no cinema, porém em um carro: o Audi de Will Smith no filme “Eu, Robô”. Na realidade, obviamente, um carro com esta tecnologia é muito mais difícil de ser construído.

Ainda assim, os alunos da San Jose State parecem estar avançando bastante no seu projeto. O site DVice revela que eles já chegaram até a desenvolver protótipos de menor dimensão com sistemas que conseguem fazer a motocicleta se mover. O desafio, portanto, é garantir o funcionamento da moto em tamanho real. Mas isso não deve demorar muito.

De acordo com estimativa da própria equipe, até o fim do ano um modelo do veículo deve ficar pronto para testes em baixa velocidade. Uma versão ainda sem funcionalidade da motocicleta foi construída. O projeto conceitual chama atenção pelo design ao mesmo tempo inovador e curioso.

Projeto conceitual mostra possível layout da moto (Foto: Divulgação)
Projeto conceitual mostra possível layout da moto (Foto: Divulgação)

Por: Eniac

Publicado em: 13 de setembro de 2012

Categorias: Sem categoria.