Você viu que as matrículas no ensino a distância saltaram para 14,6% entre todas as modalidades de graduação no Brasil este ano.

De acordo com os dados do MEC, desde o credenciamento oficial desses cursos em 1999 e 2002, a oferta é cada vez mais comum. Os preços e a flexibilidade de horário são os grandes atrativos, mas e a qualidade? Será que vale a pena?

Na era da web 2.0 parece não haver perdas. O encontro pessoal e troca entre os alunos são importantes, mas a falta de contato não torna o ensino pior. Os recursos de vídeo, animações e o som tornam a aula tão produtiva quanto às em salas comuns e o aluno pode escolher o melhor momento para se concentrar nos estudos.

Por outro lado, é preciso ter responsabilidade e organização. E engana-se quem pensa que o EAD não tem tarefas, existem leituras, provas, trabalhos e prazos. Fique ligado!

Por Livia Fonseca Nunes.

Fonte: Ligado na faculhttp://ligadonafacul.com.br/noticias/2179-ensino_a_distancia_vale_a_pena.html

Por: Eniac

Publicado em: 16 de janeiro de 2012

Categorias: Sem categoria.