Vivemos uma época de profundas transformações estruturais, tecnológicas, produtivas e organizacionais, que geram impacto direto no mundo do trabalho.

Cada vez mais, refletimos sobre os desafios do mercado atual, onde o cidadão tem como objetivo alcançar e manter seu emprego e, consequentemente sua remuneração, em um mercado com cada vez menos oferta de vagas e, obviamente, maior número de candidatos.

Para se manter a empregabilidade é preciso também transformar a cultura profissional vigente, de maneira que a informação se traduza em conhecimento e, para isso, devemos usar a chamada Inteligência mercadológica.

Definida como a capacidade de perceber e interpretar as necessidades das pessoas e das organizações, a inteligência mercadológica promove uma alteração do foco do trabalho, com domínio da tecnologia, facilidade de comunicação e poder de negociação. Envolve também as chamadas inteligências intra e interpessoal, que orientam o profissional de maneira favorável para lidar com as situações adversas nas relações laborais. Todas essas habilidades favorecem e possibilitam ao funcionário grande versatilidade, permitindo que ele transite sem dificuldades entre diferentes áreas de atuação.

Segundo o especialista José Augusto Minarelli, para se manter a empregabilidade é preciso se alicerçar em seis pilares:

  1. Adequação profissional: o trabalho sempre é melhor quando se faz o que gosta;
  2. Competências profissionais: não basta gostar; é preciso saber e saber fazer da forma correta;
  3. Idoneidade: relaciona-se com a honestidade, ética, valores morais e a boa conduta profissional de forma geral;
  4. Saúde física e mental: é preciso manter um equilíbrio saudável entre a vida profissional e pessoal;
  5. Reserva financeira e fontes alternativas: usar a inteligência financeira, instituir a cultura de poupança como compromisso; e
  6. Relacionamentos: é fundamental lembrar que você sempre precisa dos outros para o exercício da sua profissão ou do seu próprio negócio.

Entre os pilares destaca-se o relacionamento, o principal patrimônio construído ao longo da sua carreira.

O profissional com inteligência mercadológica não espera por oportunidades, ele cria!

VAMOS CRIAR A NOSSA!

Ana Bondioli

Por: Ana Bondioli

Publicado em: 1 de maio de 2018

Categorias: Empregabilidade, Mês do Trabalho, Sem categoria.