Projetar, implantar,melhorar e manter os sistemas produtivos. Essa é a definição do profissional formado em Engenharia de Produção, um dos cursos superiores bacharelados oferecidos pela Faculdade Eniac, conceituado como Bom pelo MEC. Com duração de cinco anos,o curso capacita o profissional para atuar na organização, no controle e no aumento da eficiência e da qualidade de processos. Segundo Francisco Lameiras, coordenador de Área – Engenharia da Faculdade Eniac,o profissional pode atuar como auditor interno ou em entidades de certificação.“O engenheiro de produção desenvolve avaliação sistemática dos procedimentos,práticas e rotinas internas e externas de uma organização, dominando e aplicando normas e padrões referentes aos sistemas certificáveis”, informa Lameiras.

O coordenador explica que, nas últimas três décadas, o avanço tecnológico e as grandes mudanças requeridas na organização das empresas redefiniram substancialmente o engenheiro de produção. Em função da concorrência global,tornou-se imprescindível um rigoroso controle de custos e da qualidade dos produtos. Além disso, a evolução dos sistemas de informação contribuiu para um incrível crescimento na velocidade da inovação dos processos e dos produtos. “Até a década de 80, o profissional da área de produção era predominantemente encontrado nas fábricas e respondia exclusivamente pela eficiência dos processos produtivos. Entretanto, nos dia de hoje, um moderno engenheiro de produção precisa ter uma visão integrada das áreas tecnológica, administrativa e financeira”, diz o pedagogo.“

Processo educacional – Para acom panhar as necessidades desse novo cenário, a Engenharia de Produção da Faculdade Eniac oferece vários diferenciais em relação a outras instituições educacionais. As principais são: os projetos integradores, a educação continuada e a tecnologia de ponta. Segundo Lameiras, o projeto integrador é uma excelente oportunidade para que o aluno absorva os conteúdos visualizando as reais necessidades dos mesmos. É uma ótima oportunidade de adquirir experiência na área, sem mesmo ter trabalhado nela.  Cada módulo exige um projeto que seja capaz de integrar os componentes curriculares que estão sendo ministrados. “Os alunos, ao longo do curso,precisam visitar empresas reais e propor melhorias nos processos produtivos,passando por ferramentas de qualidade, automação e modelagem de sistemas”.

Em relação a educação continuada, o coordenador explica que o Eniac oferece um curso de bacharelado em Engenharia de Produção e dois cursos tecnológicos:Gestão da Qualidade e Gestão da Produção Industrial. “Os cursos foram estruturados de forma que o aluno possa obter três títulos em cinco anos. Após cursar os quatro semestres iniciais, o aluno estará apto a formar-se em Gestão da Qualidade. Com mais dois semestres o aluno pode tirar o título de Gestão da Produção Industrial e, finalmente, após concluir os dez semestres, o aluno será um Engenheiro de Produção”.  Já na tecnologia de ponta, Francisco Lameiras afirma que para acompanhar os avanços do mercado de trabalho, é extremamente necessário que o aluno tenha conhecimento do que há de mais moderno no mundo produtivo. “Dessa forma, a faculdade Eniac conta com vários softwares de modelagem e simulação de sistemas, além de laboratórios de robótica, metrologia e eletricidade”, completa o professor.

Por: Eniac

Publicado em: 10 de fevereiro de 2014

Categorias: Faculdade, Sem categoria.