Você decidiu que vai sair da casa dos seus pais. Mas já calculou quanto custa morar sozinho? Seja porque você vai mudar de cidade para estudar ou se a sua intenção é simplesmente ser independente, isso passa por planejar muito quais gastos você vai ter e sim, preparar uma reserva para imprevistos.

É importante calcular aqueles gastos que são obrigatórios na sua nova casa, quais você pode optar e ainda analisar como você pode economizar nas despesas domésticas. Confira algumas sugestões para você se organizar.

quanto-custa-morar-sozinho

Quais são os gastos obrigatórios?

São aquelas despesas que são a maior parte da fatia do seu orçamento do quanto custa morar sozinho. Se você fosse uma empresa, elas entrariam no chamado custo fixo são elas:

Aluguel ou Prestação do imóvel

O preço de ambas estas despesas depende do tamanho, da localização e do estado de conservação do imóvel. Pesquise antes de escolher onde morar, verifique quais áreas da cidade têm mais serviços perto, custo com transporte e, no caso do aluguel, negocie descontos com a imobiliária. Caso o imóvel já seja seu, risque esse item das despesas.

Condomínio

Você vai pagar essa taxa caso more em prédio ou em condomínio. Ela varia de acordo com os serviços oferecidos pelo local e com o local que você mora.

Taxas

Se o imóvel é seu, as taxas que incidem sobre ele também serão. Então, inclua no seu orçamento o gasto com o Imposto Predial e Territorial Urbano, o famigerado IPTU.

Além desses gastos obrigatórios fixos, você precisa incluir despesas que podem variar de acordo com o consumo:

Energia elétrica

Isso também depende de quantas pessoas vivem na casa, do clima do local, da ‘idade’ dos seus eletrodomésticos e equipamentos. Geralmente, utensílios muito velhos consomem muita energia. Então, se ligue! Outra coisa importante é avaliar horários em que consumir energia elétrica é mais barato. Se for depois da meia-noite por exemplo, que tal colocar a roupa pra lavar nesses horários e economizar?

Gás

Também depende de quanto você usa, se tem algum sistema de aquecimento movido a gás.

Telefone e Internet

Com a telefonia móvel tão avançada, talvez não seja mais tão necessário assim, ter telefone fixo em casa, certo? Então, a não ser que você precise mesmo de uma linha fixa ou que ela venha em um combo vantajoso com a internet, exclua esse item da sua lista de despesas.

Supermercado

Bom, outro item que depende de que tipo de dieta faz, do quanto cozinha em casa, se levar marmitas para o trabalho ao invés de comer fora. Pesquise preços, compre na feira (por produtos locais, mais frescos e baratos) e lembre que não adianta comprar comida para deixar estragar na geladeira.

Os gastos opcionais

Entram nessa parte da conta seus gastos com faxina (caso você decida pagar ao invés de limpar a própria casa), TV a cabo, academia, plano de saúde etc. Avalie bem entre estes itens quais são realmente essenciais antes de contratar.

Os imprevistos

Especialistas em finanças recomendam que se tenha uma reserva de emergência para viver por pelo menos seis meses. Então, calcule e faça sua reserva. Esta ‘conta’ não é sua poupança, não é seu investimento de longo prazo. É realmente um dinheiro que você pode contar para situações emergenciais.

Calculou tudo direitinho? Inclui na sua lista ou na sua tabela todos os gastos? A conta de quanto custa morar sozinho fechou pra você? Conte pra gente e se inscreva na nossa newsletter para receber conteúdos como esse.