Geralmente, a primeira imagem que se tem do pedagogo é em sala de aula. 

Muitas pessoas pensam que essa profissão está associada apenas ao ensino. O que elas não sabem é que há muitas áreas de atuação além dessa.

Neste post, vamos apresentar como é o mercado de trabalho para esse profissional. 

Venha com a gente para saber mais!

Mercado de trabalho

Quem forma em Pedagogia tem várias possibilidades de carreira, de acordo com suas habilidades e interesses.

Veja, a seguir, como se dar bem no mercado de trabalho.

Estágio

Ainda durante a graduação, o universitário deve fazer estágio obrigatório supervisionado. Normalmente, essa é a primeira oportunidade que ele tem de trabalho.

O período de estágio é uma oportunidade para conhecer mais sobre a área e criar os primeiros contatos de trabalho.

A partir dessas oportunidades, é possível juntar teoria e prática, acrescentando a primeira experiência ao currículo.

Emprego

Os estagiários que têm bom desempenho ao longo do contrato têm grandes chances de ser efetivados. Essa pode ser uma boa oportunidade para ganhar o primeiro registro na carteira de trabalho.

Conseguir uma vaga nessa área é relativamente fácil. A boa empregabilidade se justifica pela ligação da profissão com a educação, ponto de grande importância social.

O pedagogo ganha, em média, R$2.429,39 para uma jornada de 38 horas semanais, de acordo com Caged — cadastro realizado pelo Ministério da Economia

O que o mercado espera do pedagogo

Quem quer se bar bem nessa profissão tem que ficar de olho nas habilidades e competências exigidas pelos recrutadores.

Um bom pedagogo deve sempre se preocupar em se manter atualizado em relação às teorias e práticas. Além disso, deve:

  • ser criativo;
  • ter facilidade no relacionamento interpessoal;
  • gostar de estar em evidência;
  • ter boa oratória;
  • curtir ler e estudar;
  • ser colaborativo;
  • se interessar por ouvir os outros e ajudá-los.

Áreas de atuação

No começo desse post, demos um spoiler sobre a atuação do pedagogo. Agora, vamos falar um pouco mais sobre as possibilidades desta carreira.

Listamos algumas áreas de atuação para que você saiba o que esperar desse ramo. Veja só:

1) Salas de aula

Não poderíamos começar por outra área. Afinal, a sala de aula é uma das atividades que mais atrai novos pedagogos.

A graduação em Pedagogia é do tipo licenciatura. Quem se forma no curso está preparado para dar aulas para crianças até o 5º ano do Ensino Fundamental I. 

O curso capacita o futuro profissional a assumir todas as matérias. Assim, ele, geralmente, é único responsável pelo acompanhamento da turma.

2) Criação de material pedagógico

Todo professor precisa de um livro didático que sirva de referência para a condução das suas aulas. E é exatamente aí que o pedagogo pode voltar em cena.

O profissional também é responsável por organizar o conteúdo que precisa ser passado e estruturá-lo. Para isso, deve definir quais são os objetivos educacionais e quais as atividades serão propostas.

A participação do pedagogo nesses projetos vai da fase de pesquisa à revisão final do conteúdo. 

3) Gestão escolar

Algumas pessoas se interessam mais por seguir uma carreira ligada à liderança após a faculdade de Pedagogia. Uma dessas possibilidades está ligada ao trabalho do gestor escolar.

Ele é responsável por todas as atividades administrativas relacionadas à comunidade escolar. Alguns exemplos disso são:

  • calendário letivo;
  • planejamento de ensino;
  • conselhos de classe;
  • atividades culturais;
  • projetos pedagógicos;
  • reuniões de pais e professores;
  • promover eventos para a comunidade escolar;
  • guiar mudanças curriculares.

4) Educação inclusiva

Incluir crianças e adolescentes com necessidades especiais na sociedade é um desafio. 

Cada pessoa tem suas próprias limitações, por isso, é necessário ter conhecimento para saber direcionar sua aprendizagem.

Uma das funções do pedagogo é apoiar as escolas e entidades no desenvolvimento de projetos pedagógicos inclusivos. 

A aplicação desses planos e dos seus resultados devem ser acompanhados para calcular a efetividade do trabalho pedagógico inclusivo.

Pedagogo - inclusão

5) Pedagogia empresarial

Muito além das escolas, o ambiente empresarial também pode ser palco para um bom trabalho pedagógico. 

O pedagogo empresarial é responsável por identificar necessidades de desenvolvimento de competências e habilidades. Esse diagnóstico é feito para criação de trilhas de aprendizagem de carreira.

Essa é uma atividade chave para o crescimento de qualquer empresa. Auxiliar o crescimento pessoal e profissional dos colaboradores para que eles alcancem os resultados esperados.

6) Pedagogia hospitalar

Pessoas com problemas de saúde que exijam internação têm o direito de continuar estudando. Para isso, elas podem contar com o apoio do pedagogo hospitalar.

Esse profissional é responsável por acompanhar o conteúdo proposto para a faixa etária e adaptá-lo para a realidade do paciente. Graças ao seu empenho, é possível reduzir o impacto da ausência durante as aulas.

Hospitais e grandes clínicas médicas contam com apoio do pedagogo para fazer com que o período da internação seja menos traumático.

7) Setor de tecnologia

A informatização e o advento da tecnologia abriram novas oportunidades de trabalho para o pedagogo.

Há diversos sistemas e aplicativos educacionais disponíveis no mercado para consumo. O papel do pedagogo é atuar como consultor para desenvolvimento das bases destes produtos.

Com o apoio dele, é possível integrar tecnologia e educação, atraindo a atenção de crianças e adolescentes.

8) Pesquisa científica

Algumas pessoas resolvem seguir carreira acadêmica após a formatura. Isso acontece muito com alunos que desenvolveram projetos de pesquisa ao longo da faculdade. 

Fazer pesquisas científicas pode ser bem atrativo para quem gosta de estudar teorias e quer se aprofundar sobre temas.

Esse campo pode apresentar boas oportunidades de desenvolvimento pessoal e profissional para o pedagogo. 

9) Indústria de brinquedos

As empresas que produzem brinquedos costumam contratar pedagogos para desenvolvimento de novos produtos.

A função deles é identificar as habilidades que precisam ser desenvolvidas em cada fase da infância para geração de novas ideias e projetos.

Assim, os brinquedos chegam até o consumidor com mais qualidade, aumentando o potencial de vendas.

Pedagogo: um profissional com muitas possibilidades!

Ao longo desse post, você pode perceber como o mercado de trabalho para o pedagogo é vasto e diversificado.

Caso você tenha se interessado em trabalhar nessa área, o primeiro passo é concluir a graduação em Pedagogia. Com dedicação e persistência, é possível ter muito sucesso nessa carreira.

Quer receber mais dicas sobre carreira? Descubra como ser o melhor profissional do mercado