Aprendizagem Ativa no Vale do Silício

Hoje foi a vez do Professor Fernando Domingues do Centro Universitário Eniac conhecer um pouco mais como funcionam as escolas americanas de educação básica do Vale do Silício.

A primeira escola visitada, de Ensino Fundamental II (chamada em inglês de Middle School), é uma escola pública. Por meio da utilização de chromebooks® em sala de aula e métodos de aprendizagem ativa, combinados com bom uso de seus espaços, a escola torna os estudantes mais engajados com suas atividades.

A segunda escola, de Ensino Médio (chamada em inglês de High School), é uma escola do tipo charter school, isto é, uma escola que recebe financiamento do governo, mas opera de forma privada. Lá, por meio de um prédio voltado para mídias e artes, os alunos desenvolvem competências de comunicação e linguagem trabalhando no desenvolvimento de revistas, jornais e blogs, que são comercializados na região.

A estratégia de ambas as escolas, para promoção da Educação do Século XXI, se faz, basicamente, com a combinação de métodos de aprendizagem ativa e uso de tecnologias digitais em sala de aula.

Dos métodos, Domingues pode perceber o uso de Sala de Aula Invertida (Flipped Classroom), Aprendizagem em Times (TBL), Ensino Híbrido (Blended Learning) e Aprendizagem Baseada em Projetos (PjBL). Quanto às tecnologias digitais em sala de aula, Domingues identificou várias que, atualmente, nossos professores já utilizam, tanto os certificados pelo programa de capacitação externo TISA Educação 3.0, realizado em Julho de 2015, como parte dos professores já certificados pelo programa de capacitação interna EniacLab Metodologias Ativas, que acontece desde o início de 2016.

Estamos no caminho certo e a proposta do Colégio e Centro Universitário Eniac é investir, cada vez mais, em Programas de Capacitação Docente que colaborem com a demanda de formação para o Século XXI.

 

         

Por: Simone Vianna

Publicado em: 20 de abril de 2017

Categorias: Inovação, Institucional
Tags: , , .