Alunos Vencedores do TJR em S.Luís-MA

Davi Almeida Marinho - Cabo de Guerra Nível 1 - 1º Lugar/ Dança de Robôs Nível 2 - 1º Lugar
José Augusto Luno Paterra - Sumô MMA Nível 2 - 1º Lugar
Nycolas Almeida Marinho - Sumô MMA Nível 2 - 1º Lugar
Éomer Almeida Marinho - Sumô Tradicional Nível 2 - 1º Lugar
Rhyan Soares dos Santos - Viagem ao Centro da Terra Nível 2 - 1º Lugar
Diego de Assis - Sumo Tradicional Nível 1 - 1 º Lugar
Murilo Ferreira Nunes - Sumô MMA Nível 2 - 1º Lugar
Agnaldo José de Farias Junior - Sumô MMA Nível 4 - 1º Lugar
Leonardo Seabra - Sumô MMA Nível 3 - 1º Lugar
Lucas Minoru - Sumô MMA Nível 3 - 1º Lugar
Luisa Fonseca Resende Camerini - Sumô MMA Nível 4 - 2º Lugar
Diego de Assis - Cabo de Guerra Nível 1 - 3 º Lugar
Vinicius de Andrade Piovezan - Resgate de Alto Risco Nível 3 - 3º Lugar
Lucas Monzano Zambonini - Resgate de Alto Risco Nível 3 - 3º Lugar
Vitor Pollefrone da Silva - Resgate de Alto Risco Nível 3 - 3º Lugar

Estes são os vencedores do Torneio Juvenil de Robótica (TJR) na final Nacional reaizado em S.Luís, nos dia 24 e 25 de novembro de 2017. São alunos do 5o ano Fundamental ao Ensino Médio do Eniac , em média de 11 até antes de completar 18 anos. Viajaram para a capital maranhense acompanhados por Lucas Carlos, coordenador do FABLAB do Eniac e Sebastião Garcia, gestor dos Laboratórios de Engenharia do Eniac. Alguns alunos viajaram também acompanhados dos pais e irmãos, torcedores e apoiadores dos campeões.

A programação no dia da abertura (23/11) contou com a participação do Robozão da Gazin – um gigante de 2,6m de altura, conduzido por controle remoto que utiliza técnicas animatrônicas, as mesmas utilizadas em efeitos especiais nos grandes sucessos do cinema.

O campeonato contou com a participação de 150 equipes, formadas por representantes de todos os estados brasileiros Entre as modalidades estão as disputas de cabo de guerra, viagem ao centro da terra, sumô, resgate no plano, resgate de alto risco, dança, e registro multimidiático.
Os vencedores, colocados até 3o lugar, classificam-se para o concurso internacional que vai ocorrer em junho de 2018.
Eu conversei no FABLAB com Davi Almeida Marinho, classificado em 1o. lugar em modalidades que competiu, e em seguida - pedindo para dar depoimento também ! - com José Augusto Paterra. É evidente que estavam felizes e mostram-se tão entusiasmados e com tanto gosto pela atividade que já estão se preparando e treinando para a etapa internacional!!.
Conversei também com Luisa Camerini, “guru” do FABLAB e 2o lugar, no nível 4, que já participou de outros campeonatos - nacionais e mundiais desde 2014. Ela ressaltou o valor e a importância de participar desses torneios como fonte de experiência e de novos conhecimentos. Bom notar que Luísa era a única mulher da equipe vencedora do ENIAC.

Parabéns aos vencedores do TJR e à equipe do FABLAB!!
Sucesso nos treinos para o próximo Campeonato Mundial

Por: Miriam Barcellos

Publicado em: 30 de novembro de 2017

Categorias: Colégio, Educação, Ensino Médio, Institucional
Tags: , .