Ensino STEM, Aprendizagem Maker e Fablab. Soa famililar?

Entre os dias 04 e 08 de março de 2018, Pedro Guérios, pró-reitor do Centro Universitário Eniac, participa da SXSW EDU em Austin, Texas, um festival de inovação na educação que busca cultivar e capacitar todos os interessados no avanço do ensino e aprendizagem. O evento apresenta uma série diversificada de palestras, sessões, workshops, experiências de aprendizagem, discussões de políticas educacionais, projeções de filmes e outras atividades culturais programadas cujo objetivo é promover a aprendizagem e a inovação a todos os interessados no desenvolvimento da educação.

No primeiro dia Pedro nos conta que participou de uma palestra onde quatro professores, através de um painel de storytelling organizado por um podcast, contaram histórias divertidas sobre como eles aprenderam a ensinar. Em seguida, todos os participantes foram conduzidos para sessões menores, com temas mais específicos e nosso missionário optou por assistir a sessão “Criando Escolas Inovadoras”. A inovação no Ensino Médio foi apresentada pela High Tech High School, que inova desde o momento da contratação de seus professores. Além das tradicionais aulas testes e entrevistas, os candidatos a professor passam por uma espécie de entrevista com os próprios alunos e a escola faz o possível para se certificar que este professor está realmente engajado em inovar na educação. Estas características são tão raras que a instituição criou uma Pós graduação em pedagogia para suprir sua dificuldade em encontrar professores inovadores.

Durante várias sessões nas quais Pedro tentava conhecer o maior número possível de experiências educacionais, muito ouviu sobre o ensino STEM, a aprendizagem  “hands on e a utilização de Fablabs, a propósito, abordagens e recurso que já fazem parte da cultura do Colégio Eniac.

Pedro destacou que inúmeros professores descreveram a importância de se aliar as novas tecnologias pois preveem que estas “dominarão” vários setores sociais, acabando com inúmeras profissões e criando tantas outras. Por isso, não é sem sentido que a estratégia mais inteligente é utilizá-las a nosso favor, ou seja, a serviço da educação o que novamente, não é novidade para o Eniac.

Chama minha atenção a importância da humanização da educação, percebida por Pedro durante o painel sobre ensino digital /ensino 4.0 e que mostrou que o conhecimento por si só vale pouco e que a educação do futuro precisa focar naquilo que nos torna unicamente humanos. Assim a tecnologia, aliada a uma educação mais humana deve ser utilizada de maneira autêntica e poderosa para que faça sentido.

Muita informação, muita inovação e a certeza de que estamos no caminho certo!

Por Ana Cristina Vigliar Bondioli

Por: Simone Vianna

Publicado em: 6 de março de 2018

Categorias: Aprendizagem Ativa, Educação, Faculdade, Inovação, Notícias
Tags: , , .