Foi em Julho de 2017 que ocorreu a Jornada Pedagógica do Colégio Eniac.  Neste evento, cerca de 50 professores tiveram oportunidade de colocar suas ‘mãos na massa’ e conhecer as várias possibilidades e recursos do Espaço Maker Eniac: uma chance de provar e sentir o gostinho de ver seu próprio projeto emergir de sua imaginação e mãos (ressalto) para a concretude.

O sucesso foi tanto que agora, todo o quadro docente do Eniac - englobando aproximadamente 160 professores - ensino infantil, fundamental, médio e superior - realizam um curso livre no formato híbrido (parte online, parte presencial), cuidadosamente elaborado pela nossa Assessora de Inovação Pedagógica, Professora Simone Vianna.

Segundo ela, a intenção foi a de permitir que o professor se experimentasse o lugar de seus alunos. É como perguntar para si mesmo:Como é possível solicitar do aluno ações que eu mesmo ainda não havia vivenciado?”

O  programa do curso englobou três etapas: (1) Um olhar para a educação: ontem e hoje - uma proposta de reflexão sobre o tema da aprendizagem tradicional e a contemporânea; (2) Aprendizagem Ativa: do que estamos falando? - um convite para refletir sobre as transformações da relação professor e aluno e, (3) Cultura Maker na educação: uma nova onda - apresenta os novos métodos, espaços e formas de trabalhar com conteúdos diversos.

E mantendo o mesmo formato, as avaliações propostas para o curso também seguiram com um formato inovador, seja pelas reflexões que foram postadas nos blogs e, também, pela proposta de uma tarefa totalmente maker (ou mãos na massa), feita em duplas de professores e que expressou o reposicionamento destes diante de novos métodos de pensar, planejar e promover o protagonismo de seus estudantes

No trajeto desse curso identifiquei pessoas que descobriram coisas inimagináveis até então. Outras que tiveram que conversar com colegas, professores de outras áreas, para materializar suas ideias. Vi ainda aqueles que gostaram tanto, que além de uma, produziram duas ou mais criações maker. Vi expressões de contentamento como as de uma

criança. Vi sorrisos, abraços … em resumo, vi professores preparados para uma nova realidade, declarou a professora Simone Vianna.

Confira depoimentos de alguns de nossos professores. Eles atestam o valor da experiência desse curso no seu processo de desenvolvimento:

Prof. Washington de Mendonça - Prof. Matemática do Ensino Médio:

“Sou maker desde que nasci. Na minha época de criança, e faz muito tempo, nós tínhamos que fazer o que queríamos ter...Fazíamos carrinhos, circo, fazendinha, pipa ... Não tínhamos cola para colar o jornal nas pipas, utilizávamos o fruto de uma árvore chamada Santa Bárbara. Não tinha linha, então desfiava saco de estopa e emendando os pedacinhos conseguíamos colocar a pipa no ar. O rabo era feito de pano. Na escola tínhamos aulas de tornearia em madeira, instalações prediais, estátuas de gesso e argila. As meninas aprendiam a cozinhar, bordar, costurar, ...isso motivava o nosso dia a dia. Guardadas as proporções, sempre que damos oportunidade para os alunos colocarem a "mão na massa" nós nos espantamos com os resultados. Exemplo nas feiras de ciências. Acredito que são infindáveis as possibilidades de se "colocar a mão na massa". Entretanto, temos que aliar esta filosofia com o que os alunos vieram buscar aqui: acesso às melhores universidades. Por meio de projetos, criados pelos alunos e incentivados e monitorados pelos professores, poderemos aliar algumas teorias às práticas, possibilitando o contato direto com a realidade e, consequentemente, facilitando a escolha de uma futura profissão”.

Daniel Portillo Serrano - Prof. de Marketing:

“O Curso Educação e Aprendizado Inovadores me trouxe um norte para o caminho que estava procurando introduzir nas minhas aulas, utilizando metodologias ativas.Trabalhar no espaço maker foi uma atividade ímpar para mim. Sair da caixa, pensar no aluno como protagonista e colocar a mão na massa foi uma experiência sem igual. Me sinto integrante de algo que vai mudar o mundo da educação. Fazer o aluno participar, fazer, construir, produzir, desenvolver e ver os resultados surgindo, faz qualquer professor  se orgulhar desse novo conceito. Depois da primeira experiência em contato com os gestores e gurus do espaço maker, surgiram diversas outras ideias. Muitas delas, ainda em desenvolvimento. A experiência mudou minha forma de pensar em sala de aula. O trabalho foi feito em dupla com a Professora Priscila Escobar, outra fã e adepta das metodologias ativas”.

Fabio Kao - Prof. Educação Física:

“Achei fantástica a experiência. Muito legal, super proveitoso e muito importante esta oportunidade. É uma maneira de nos atualizarmos às novas ferramentas pedagógicas e criar novas oportunidades dpara nossa prática de ensino! Tive a experiência de montar junto com a profª. Karla uma parede de escalada! Foi algo que surgiu de uma necessidade nossa...Os alunos adoraram!

A atividade foi adaptada à realidade dos nossos alunos!”

Prof. Silvia Guberovic - Curso de Gestão Ambiental

No espaço Maker tive algumas ideias para preparar Jogos por Competências ( eu acreditava que Fab Lab era para o pessoal de TI, Engenharia e cursos afins). Conversando com os gurus e com outros professores a criatividade é fomentada e conhecemos outras possibilidades. Tive uma certa resistência no início e pensei "isso não se aplica às minhas aulas". Meio cética, conversei com a profa. Nanci, mediadora do cursos, que

prontamente explicou o propósito. Aceitei o desafio e a experiência foi excelente!

Janete Tinte Pereira - Prof. de Biologia/Física e Química do Fund. II:

“Construí um Dominó com nomes e símbolos dos elementos químicos. Fiz sozinha para, efetivamente, colocar as mãos na massa”. Fiquei 4hs no FabLab e nem senti o tempo passar. A experiência foi maravilhosa”.

Rosa Argolo Pereira - Prof. Educação Infantil:

“ Percebo o quanto as crianças se empolgam a cada nova etapa que envolve a cultura maker atual.  Nesta etapa do projeto as crianças estão aprendendo a planejar e executar, ou seja, estão verdadeiramente colocando a mão na massa. Está sendo muito produtiva nossa parceria com o pessoal do espaço maker, em especial o Lucas e o Igor.”

Muitos trabalhos foram executados no FabLab do Eniac. Surpreendentemente, muitos, e de altíssimo nível e qualidade! Impossível reproduzir todos os depoimentos que recebemos, ainda mais da forma carinhosa com que os professores se expressaram, mas, pelas fotos que aqui seguem é possível observar o entusiasmo e prazer com que os professores se entregaram à experiência!!!

#orgulhodesereniac

 

    

     

Por: Caique Oliveira

Publicado em: 24 de outubro de 2017

Categorias: Aprendizagem Ativa, Educação, Faculdade, Inovação, Notícias
Tags: , , , , , , , .