“Arquitetura é a forma da obra, pode ser simples, mas, tem que ser sempre bonita”

Essas frases, e muitas outras preciosidades, foram proferidas pelo arquiteto Ruy Ohtake em sua palestra  no sábado dia 12/08 no I Encontro de Construção e Cidade no Eniac, evento idealizado e coordenado pelo prof. José Guerra.

O palestrante iniciou valorizando este espaço de conversas, afirmando que não é só em sala de aula que se aprende, pois a curiosidade de um autêntico profissional só acaba quando morre…

Com muito humor foi discorrendo sobre vários aspectos básicos de suas obras constituindo-se numa verdadeira aula de arquitetura para os entusiasmados estudantes e profissionais presentes no evento. Assim, teceu comentários sobre  o uso da obra, materiais mais utilizados por ele – alumínio, zinco e cobre – cor, design de objetos, entre outros.

O arquiteto precisa estar consciente do local onde a obra vai se inserir, quem vai utilizar o espaço/a obra. O Homem e sua família são o foco central da Arquitetura.

“O projeto no papel é importante, usem papéis grandes, é preciso desenhar, largar a mão, soltar o braço, sem medo de errar ou timidez.”  

 

 

“É preciso coragem para dar um passo e ir além do óbvio, inovar!! A Arquitetura é uma obra de arte, deixe a construção para os engenheiros”.

 

 

 

 

 

 

 

As estudantes de Arquitetura Miriam, Carol e Beatriz, felizes pela oportunidade do contato direto com o arquiteto Ruy Ohtake.

 

 

 

Salientou o papel da cor, que em nossa cultura é um elemento forte, tem uma força importante. “No século passado, os estudantes iam estudar na Europa e voltavam influenciados pelos tons beginho, cinzinha, como podemos ver, principalmente, em S.Paulo, mas o Brasil é um país de cores fortes”.

Sobre cada item que discorria apresentou imagens como exemplos presentes em suas obras: o Aquário do Pantanal em Campo Grande, que abriga todos os peixes da região pantaneira, os ‘redondinhos de Heliópolis, Hotel Unique’, Hotel Renaissance na capital de S.Paulo, várias residências e prédios particulares, e objetos como a ‘mesa sinfonia’ e até rótulos de vinho, cujo design atestam seu estilo inconfundível. Foram mais de vinte imagens  com suas construções mais relevantes.

Textos do arquiteto Ruy Ohtake com alguns de seus princípios:

“História é instrumento do conhecimento

Intuição é instrumento da criação

Ousadia é instrumento da Inovação”.

“Arquitetura é obra construída.

O compromisso é com a contemporaneidade, com a cidade, com o usuário, com a dignidade, deve magnetizar a cidade, ter ousadia e inovação e contribuir para uma cidade mais justa e aberta.O que comanda a contemporaneidade é a forma”.

Ao final da palestra esboçou num flipchart algumas de suas obras marcantes, desenhos que vão testemunhar sua presença e enriquecer  ainda mais a história do Eniac, como agente e promotor de transformação social no ambiente estudantil.

O evento contava, também, com stands ligados à construção civil, que muito podem contribuir para os profissionais e estudantes tomarem contato com lançamentos da área.

 

Por: Miriam Barcellos

Publicado em: 15 de agosto de 2017

Categorias: Faculdade
Tags: , , .