Curte tecnologia e gosta da ideia de trabalhar com isso pra valer? Então, a faculdade de Engenharia da Computação é uma excelente alternativa. Nessa graduação, você tem a chance de conhecer tudo sobre o funcionamento de computadores e suas diversas soluções.

Com essa escolha, tem a oportunidade de aproveitar uma capacitação profissional de respeito. Mas, afinal, por que a opção é tão interessante?

A seguir, veja 5 motivos para fazer a faculdade de Engenharia da Computação!

1. Mercado em alta

Desde que a computação ganhou contornos domésticos, a partir da década de 1980, o mercado continua a crescer. Para os próximos anos, é possível apostar em profissões da área como as grandes oportunidades para o futuro.

Para quem procura segurança e, ao mesmo tempo, muitos caminhos, essa é uma escolha que reúne essas características tão desejáveis.

Crescimento do setor

O motivo para colocar esse mercado como uma opção em alta tem a ver com o seu crescimento contínuo. Cada vez mais pessoas e empresas utilizam os recursos digitais, então esse é o seu momento para aproveitar a possibilidade.

Somente no Brasil são 130 milhões dispositivos em uso. Além disso, há outros eletrônicos que podem fazer parte da sua especialização e aprofundamento do conhecimento. Então, é um mercado em expansão e no qual o céu é o limite!

[ENIAC]_CTA_2_-_Guia_definitivo-_As_5_melhores_engenharias

Déficit de mercado

Ao mesmo tempo, o Brasil é o país da América Latina onde mais faltam profissionais de tecnologia da informação (TI). Ou seja, a demanda é maior que a oferta, o que significa que não faltam vagas.

Ao escolher essa alternativa, você obtém facilidade na hora de conquistar o emprego desejado. Principalmente, tem a chance de se envolver com a consolidação de mudanças que são capazes de mudar a sociedade em que vivemos. Demais, não é?

2. Diversidade das áreas de atuação

Outro ponto positivo é que a faculdade de Engenharia da Computação oferece um grande leque de opções para quem se forma. Esqueça a ideia de fazer a mesma coisa pelo resto da vida. Nessa área, não faltam mudanças que acompanham a sociedade e, é claro, os seus interesses.

Para ter uma noção, descubra quais são as principais áreas de atuação e qual é a importância de cada uma.

Analista de sistemas

Quem conquista o diploma desse curso pode se envolver com a concepção e na integração dos diversos sistemas. É possível, por exemplo, trabalhar com sistemas de várias empresas, lojas e outros estabelecimentos. Também consegue atuar com plataformas, configurações e muito mais.

Desenvolvedor de sistemas

Outra possibilidade consiste em criar os sistemas que serão usados nas diferentes aplicações. O desenvolvedor, especificamente, pode focar em vários pontos. O desenvolvedor de interface do usuário é chamado de UI, então o voltado para a experiência, de UX. Como esses termos ganham cada vez mais força, merecem atenção.

Engenheiro de software

Já o engenheiro atua de uma forma um tanto gerencial. Embora seja capaz de desenvolver, age no gerenciamento de projetos, de modo a garantir que tudo seja entregue como o plano. Além de tudo, ainda pode se envolver com a perícia e em laboratórios que utilizam vários níveis de tecnologia.

Programador

O programador é a pessoa que se envolve diretamente com a criação de cada parte do sistema, da plataforma ou do aplicativo. Também é o grande responsável pela manutenção e para o cuidado, caso ocorra algum problema.

Cientista de dados

Já pensou ser um cientista? Pois com a faculdade de Engenharia da Computação isso é possível! Ao se tornar um cientista de dados, você é o responsável por coletar, analisar e organizar dados que ajudam a empresa a ser mais competitiva em todos os aspectos.

faculdade de engenharia da computação

3. Grade diversificada

Um dos motivos para a área ser tão diversificada é que a grade também é bem versátil. Você não aprende só sobre números e nem apenas sobre computadores. Isso traz novos desafios, explora interesses e garante resultados acadêmicos muito melhores.

Desde que escolha uma boa faculdade, poderá ter todas as habilidades necessárias para se destacar no mercado de trabalho.

Engenharia e temas científicos

Se curte matérias de Exatas, a parte científica de Engenharia da Computação é perfeita. Nela, você aprenderá sobre cálculo, ciência dos materiais, física, eletrônica, entre outros pontos. Assim, a formação completa é garantida.

Implantação de sistemas

Descubra tudo sobre arquitetura de computadores, estrutura de bancos de dados e muito mais. Com as disciplinas de implantação de sistemas, você conhecerá tudo o que é necessário para dar “vida” ao projeto.

Programação e desenvolvimento

Não menos importante, é possível saber como “construir” as ferramentas. Por meio de temas como Engenharia de Software e Programação estruturada você dominará todas as técnicas para criar o resultado adequado.

4. Bons salários

Por causa da grande demanda e da falta de profissionais qualificados, essa formação oferece ótimos salários. Além de tudo, eles variam conforme o tamanho e tipo da empresa e, também, com o seu nível de experiência.

Para não ter dúvidas, confira a média salarial para cada etapa da carreira e veja mais um motivo para fazer o curso!

Júnior

Em nível inicial, um Engenheiro da Computação ganha uma média que varia de R$ 2 mil a R$ 3,4 mil. No entanto, o valor pode ser maior, dependendo da urgência do cargo.

Pleno

Já quem ocupa um cargo intermediário, normalmente, ganha entre R$ 2,5 mil a R$ 4,3 mil. Ainda assim, é possível ver quem atinja o total de R$ 6 mil, no mesmo nível.

Sênior

Profissionais com mais experiência, em geral, têm ganhos maiores. A média vai de R$ 4 mil a R$ 7 mil. O teto salarial, entretanto, fica em torno de R$ 13 mil.

5. Profissão do futuro

E não é só no presente que a faculdade de Engenharia da Computação é uma boa alternativa. Essa é uma escolha interessante para quem está preocupado com o futuro e deseja se manter à frente das transformações que acontecem — e que ainda virão.

Se quiser entender por que essa é uma possibilidade adequada para o futuro, veja o que justifica a presença maior do profissional de TI!

Indústria 4.0

Em plena Quarta Revolução Industrial, haverá cada vez mais máquinas, sistemas de automação e robôs. Para que tudo funcione, é preciso contar com profissionais capacitados para programar tudo da melhor maneira.

Internet das Coisas (IoT)

A Internet das Coisas (ou Internet of Things) está relacionada à transformação dos aparelhos em recursos inteligentes. Já que a internet estará cada vez mais presente, ter quem entende do tema será progressivamente importante. Que tal?

Big Data

Com tantos recursos digitais, o volume de dados gerado já é esmagador. O Big Data serve para tratar todas essas informações e é preciso ter um cientista de dados. Ao se formar no curso, você pode atender a essa demanda.

A faculdade de Engenharia da Computação é uma alternativa muito interessante no presente e que consolida as profissões do futuro. Com a escolha de uma boa instituição, você pode conseguir o melhor diploma rumo ao êxito profissional!

Para conhecer outras possibilidades, aproveite e baixe nosso e-book gratuito com o guia definitivo sobre as 5 melhores engenharias. Vai perder?