Se você não vai fazer cursinho para o Enem, seja por falta de grana, de tempo ou pelo motivo que for, não se deixe desanimar. 

Isso porque é possível, sim, ser aprovado nos vestibulares se preparando em casa.

Inclusive, o cursinho não oferece apenas vantagens para os estudantes, como muita gente pensa. Quer saber quais são os pontos positivos e negativos de se preparar para o Enem sem cursinho?

Então continue lendo e confira 4 dicas para mandar bem no exame!

cursinho para o Enem - CTA1

Quais são as vantagens de não fazer cursinho para o Enem?

O cursinho para o Enem ajuda, sim, os estudantes a se prepararem para a prova e entrar no curso superior por alguns motivos. Um deles é o material, que geralmente traz um bom resumo das matérias.

A organização das aulas também facilita bastante, já que você só precisa chegar e prestar atenção. Ou seja, não tem que organizar nada antes. 

Quando você estuda em casa, ordenar os conteúdos e os horários é necessário. Isso porque estudar de maneira aleatória não é boa opção. 

O lado bom disso tudo é que você desenvolve uma disciplina e um nível de responsabilidade que o cursinho não exige.

Além disso, os estudantes ficam mais confiantes quando se preparam sozinhos, o que é importante durante a faculdade e para vários outros aspectos da vida. 

Afinal, todo mundo tem que ter confiança para andar com as próprias pernas.

Outra vantagem que as pessoas costumam relatar é que, ao se preparar para o Enem sem cursinho, a pressão na prova é menor. 

E isso não é besteira, já que a ansiedade é uma das maiores inimigas na hora do exame.

Dicas para se preparar sozinho para o Enem

1. Crie um cronograma de estudos

A organização precisa ser a sua melhor companheira. Faça um calendário e separe os dias para se dedicar a cada matéria, ler, fazer exercícios, entre outras atividades.

Uma sugestão é estudar um pouco todos os dias. Isso porque estudar demais em um único dia não costuma ser proveitoso e só faz você ficar mais cansado.

2. Faça provas antigas

Ter familiaridade com o modelo de prova é tão importante quanto saber as matérias. Por isso, não deixe de treinar para conhecer a estrutura do exame e os tipos de perguntas.

Vale a pena também fazer a prova dentro do tempo exigido para a experiência ser mais real. Baixe as provas e gabaritos dos outros anos para acompanhar o seu desempenho.

Cursinho para o Enem - redação

3. Pratique redação

A prova de redação é um dos maiores desafios para os estudantes. Em 2018, dos 4 milhões de participantes, apenas 55 tiraram a nota máxima.

Para se sair bem, não deixe de treinar a escrita com frequência. Busque os temas das edições anteriores do Enem e pratique em cima deles.

4. Estude com os amigos

Conhece outras pessoas que querem fazer um curso superior e vão fazer a prova? Uma boa maneira de estudar é reunindo os amigos de vez em quando.

Vocês podem discutir as dificuldades, tirar dúvidas e resolver questões juntos. Além de ser um jeito diferente de estudar, um ajuda o outro.

Viu como é possível estudar sem cursinho para o Enem? Aproveite as dicas, mantenha o foco e acredite em você mesmo.

Não sabe qual curso fazer e precisa de uma mãozinha? Confira o infográfico que ajuda você a escolher a melhor opção de curso no Sisu!

cursinho para o Enem - CTA1