Se você anda sofrendo com problemas relacionados à ansiedade, não pense que você está sozinho. Isso porque ela não escolhe um alvo, mas atinge pessoas no mundo inteiro e de todas as idades.

Porém, se ela já tiver começado a afetar a sua rotina de estudos, talvez seja a hora de tomar alguma atitude para não deixar esses sentimentos negativos dominarem você.

Entenda por que a ansiedade prejudica os estudos e veja como algumas atitudes ajudam a acabar com ela. Venha com a gente!

ansiedade - CTA1

Você sabe o que é ansiedade?

A primeira coisa que você precisa saber é que a ansiedade é algo natural do ser humano. 

Afinal, é uma forma de o nosso próprio sistema nervoso responder a situações de estresse, medo e preocupação. Ela só é considerada um distúrbio quando atinge níveis muito altos.

No Brasil, a ansiedade virou uma epidemia. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), a população brasileira é a que mais sofre com problemas de ansiedade no mundo. E por isso mesmo é que precisamos fazer alguma coisa.

Mas como descobrir se a ansiedade é excessiva? 

O corpo começa a mostrar sinais. 

Problemas para dormir, dificuldade de concentração e irritação são alguns dos mais comuns. Já os sintomas físicos, como cansaço constante, dores no peito, tremores e náusea, muitas vezes não são associados à ansiedade. 

Ou seja, é preciso estar atento.

As consequências da ansiedade na vida dos estudantes

Além dos estudos, as pessoas têm várias preocupações relacionadas ao futuro, como encontrar um bom emprego, conquistar a independência financeira, se destacar no mercado, morar sozinho, etc. Tudo isso é motivo de ansiedade.

O problema é que essas preocupações atrapalham os estudos, pois fazem o estudante ficar mais cansado, irritado e com problemas para se concentrar. 

Em períodos de prova, por exemplo, por mais que você se prepare ao máximo, a ansiedade pode ser uma pedra no seu caminho.

Se os sintomas de ansiedade permanecerem por muito tempo e começarem a dificultar os estudos, o trabalho e até as relações familiares, você deve procurar ajuda. Quando o caso é grave, só um tratamento especializado é capaz de reverter a situação.

Como driblar a ansiedade

5 dicas para fugir da ansiedade

A pressão que todo jovem sofre para ter sucesso na vida acaba sendo uma fonte para a ansiedade. 

Se você é do tipo que se cobra demais nos estudos, as seguintes dicas podem trazer um alívio para o seu dia a dia. 

1. Faça atividades físicas regulares

Tem gente que acha que fazer exercícios faz bem apenas para o corpo. Saiba que as atividades físicas também são grandes aliadas da saúde mental.

Quando a pessoa se exercita, o corpo libera endorfina, uma enzima que diminui a ansiedade e aumenta a sensação de bem-estar.

Ao mesmo tempo, a prática regular faz você se sentir mais disposto, reduz o estresse e os problemas de insônia. 

Portanto, reserve um tempinho em alguns dias da semana para praticar um esporte que você gosta e em pouco tempo os resultados vão aparecer.

2. Tenha uma alimentação saudável

Você sabia que o que você come pode afetar diretamente o seu humor e o nível de disposição? 

A alimentação saudável e equilibrada, além de ser a principal fonte de energia para o corpo, funciona como um meio poderoso de combater a ansiedade.

Por isso, pular refeições e comer besteiras no lugar de um prato saudável de comida pode prejudicar os estudos. 

O cérebro precisa de vitaminas que só são absorvidas por meio dos alimentos. E são elas as responsáveis por estimular o humor, fornecer energia e proteger as células cerebrais.

3. Valorize seu sono

“Nada como uma boa noite de sono” é uma frase que você com certeza já ouviu. E ela deve ser vista como um dos lemas do combate à ansiedade. 

Muita gente não percebe que, assim como os bebês, os jovens e adultos também precisam dormir bem para não ficar mal-humorados e irritados.

O sono de qualidade é importante para repor as energias que você precisa para estudar, além de aumentar a capacidade de concentração. 

Assim, virar a noite estudando pode não ser uma boa ideia. Evitar usar o celular antes de dormir é outra dica valiosa, pois a luz da tela do aparelho inibe a liberação do hormônio do sono.

Ansiedade nos estudos - sono

4. Aceite que controlar tudo é impossível

Na maioria dos casos, a ansiedade está ligada ao excesso de preocupações. É claro que muitas situações da vida demandam maior atenção e dedicação. 

Mas é preciso lembrar que não dá para se preocupar com tudo, pois grande parte dessas situações não está sob o seu controle.

Se você não se der conta disso, vai acabar sofrendo as consequências. Isso porque você perde tempo e energia à toa, que poderiam ser melhor utilizados nos estudos. 

Portanto, tente selecionar o que, de fato, merece maior atenção.

5. Pratique meditação

Não pense que a meditação é apenas uma moda do momento. Os benefícios desta prática são comprovados cientificamente. 

Meditar é mais simples do que você imagina e não exige nenhum tipo de recurso. Sendo assim, não há desculpas para deixar de seguir a dica.

Parar 5 minutos por dia para ficar em silêncio e observar a sua respiração já é um ótimo começo. Com o passar do tempo, vá aumentando o tempo de meditação. 

Além de se sentir mais feliz, você vai perceber os ganhos em concentração, diminuição do estresse e até uma melhora do sistema imunológico.

Não deixe a ansiedade virar um obstáculo

Como você deve ter percebido, a ansiedade precisa ser levada a sério. Por isso, procure colocar essas dicas em prática e jamais deixe de cuidar de você mesmo. 

De nada adianta você se cobrar e dedicar horas e horas do seu dia aos estudos se a preocupação e o medo estiverem sempre batendo à sua porta.

Isso não significa que o esforço seja desnecessário, muito pelo contrário. Você deve, sim, dar o seu melhor para colher bons frutos no futuro. 

No entanto, tenha em mente que é impossível controlar o dia de amanhã e cuide da sua saúde antes de dar os próximos passos na sua vida.

Embora não exista mágica para chegar ao topo, algumas orientações podem ajudar você a se destacar no mercado.

Confira agora o passo a passo para se tornar o melhor profissional do mundo!

ansiedade - CTA2