Encontrar o seu primeiro emprego está entre as suas resoluções de ano novo? Porém, como você nunca teve a carteira de trabalho assinada antes, continua esbarrando na falta de experiência?

Calma, este post vai te ajudar a aproveitar janeiro ao máximo para conseguir a tão sonhada estreia no mercado de trabalho.

O que contar como experiência profissional?

Se você está em busca do primeiro emprego, isso significa que não tem experiência.  Então, o que escrever nesta parte do currículo? Bom, não se apavore. Ainda que você não tenha trabalhado oficialmente, com certeza você já fez algo que possa contar como experiência profissional. Algumas possibilidades para preencher essa lacuna são:

1. Estágio:

Se você está na graduação ou mesmo no ensino médio e tiver oportunidade, procure uma vaga desse tipo. É comum que universidades tenham bancos de vagas, conexões com o mercado de trabalho ou até empresas juniores e incubadoras de negócios. Uma ótima maneira de aprender e ganhar experiência para o currículo.

2. Pesquisa:

Toda universidade tem professores que fazem pesquisa. Busque a área da qual você seja afim e coloque suas habilidades analíticas e de geração de ideias em prática.

conseguir o primeiro emprego

3. Extensão:

As atividades de extensão conectam conhecimento produzido na universidade com as necessidades da comunidade. Alguns exemplos de ponte entre a instituição e a comunidade regional estão eventos abertos, cursos, palestras, atividades de saúde etc.

4. Outros programas anteriores à faculdade:

Ser menor aprendiz pode contar muito para o seu currículo, pois é uma experiência introdutória às responsabilidades do mercado de trabalho. Participar de feiras de ciências, matemática, olimpíadas de alguma área do conhecimento também vale.

5. Voluntariado:

Ser voluntário pode ter um ótimo peso no seu currículo. Isso demonstra que você é capaz de se comprometer com causas e se engajar em algo pelo bem comum.

6. Rede de contatos:

Todas as atividades acima contam para fazer networking. E, em começo de carreira, ter boas referências pode causar grande impacto na hora de conseguir uma entrevista para o seu primeiro emprego. Por isso, conecte-se e espalhe por aí que você está procurando o primeiro emprego.

Consegui uma entrevista, e agora?

Se você tem uma entrevista marcada para o que pode se tornar seu primeiro emprego, prepare-se das seguintes formas:

7. Estudando

Entre no site da empresa, em suas redes sociais e, se tiver a chance, converse com alguém que trabalhe nela (claro, que nada de fazer perguntas indiscretas, combinado?)

8. Treinando

Veja exemplos de entrevistas de emprego online, leia dicas de perguntas comuns, entre em sites como Love Mondays e procure informação sobre como tal empresa faz entrevistas de emprego.

9. Relaxando

No dia da entrevista, tente manter a calma e se concentrar nas perguntas do seu entrevistador. Mantenha a postura e responda com seriedade, sem afobação e demonstrando interesse contínuo na conversa.

O profissional que o mercado quer

Atualmente, o mercado de trabalho procura não apenas pessoas muito habilidosas no ofício, mas também com inteligência emocional, resiliência, potencial para liderança, boa oratória e capacidade de organização e autogestão.

Mesmo que você tenha estudado em ótimos colégios e faculdade, fale cinco idiomas e tenha feito intercâmbio fora do país, lembre que você está pleiteando uma vaga para o seu primeiro emprego.

Portanto, é óbvio que você vai começar num cargo no pé da hierarquia. E tudo bem! Partir das funções mais básicas é parte do aprendizado fundamental na carreira. Então, foco em aprender sempre e boa sorte!

Quer mais dicas como essas sobre primeiro emprego? Assine a newsletter do blog para receber mais conteúdos como este!