Uma experiência internacional é capaz de transformar qualquer um. Conhecer novas pessoas, explorar culturas diferentes e viver situações inéditas muda a percepção de quem viaja. Se o processo estiver atrelado à formação, é ainda melhor. Nesse contexto, surge a possibilidade de fazer um intercâmbio na faculdade.

Para quem deseja construir um perfil profissional adequado, sair da zona de conforto é muito bem-vindo. Ao estudar fora, dá para agregar valores e qualidades ao currículo, o que garante destaque.

Quer entender melhor essa possibilidade? Então, veja quais são 3 grandes benefícios de fazer um intercâmbio na faculdade.

1. O que é um intercâmbio acadêmico?

Um intercâmbio acadêmico é feito quando alguém parte para outro país para estudar. Quem vai fazer um curso de língua estrangeira, por exemplo, está incluído nessa modalidade. Em alguns casos, a experiência também inclui a abordagem profissional, como em um trabalho temporário ou estágio.

Na faculdade, especificamente, é algo ainda mais interessante. O estudante viaja para continuar a sua graduação em outro país, até que seja o momento de retornar. É o que ocorre ao cursar um semestre inteiro do outro lado do oceano, por exemplo.

intercâmbio na faculdade

Nesse caso, é preciso que haja uma parceria entre a faculdade do Brasil e a estrangeira. Assim, as aulas realizadas no destino de interesse contam para a graduação em terras tupiniquins.

2. Formação acadêmica diferenciada

Ao fazer um intercâmbio na faculdade, é possível aproveitar uma formação acadêmica com características únicas. Isso agrega valor ao currículo e leva à criação de um profissional que se destacada.

Possibilidade de explorar novos métodos

Mais que apenas ter um conhecimento reforçado, quem estuda em outro país passa a conhecer métodos inovadores. Surge a chance de se acostumar a diferentes modos de estudo e avaliação, o que garante uma visão única sobre o ensino.

Perspectiva diferenciada

Além de tudo, a experiência permite reconhecer como os conhecimentos se aplicam em outras realidades. Dá para entender como empresas estrangeiras aproveitam a Engenharia, por exemplo. No final, é um jeito de ter uma perspectiva única.

Proficiência em outro idioma

Ao aprender em outro país, você também adquire proficiência na língua. Isso o torna muito mais preparado para usar o idioma, em comparação a quem apenas estudou em um curso no Brasil.

3. Aumento das ofertas de trabalho

Uma vez que retorne ao Brasil, poderá notar que fazer um intercâmbio na faculdade muda a visão do mercado sobre o seu perfil. Ter esse tipo de vivência faz com que você se torne um candidato mais atraente, com maior valor profissional e experiências para compartilhar.

A diferença em todos os aspectos ainda ajuda no desenvolvimento de novas habilidades. Como elas são desejadas pelo mercado, é possível ter mais ofertas de trabalho. Inclusive, a vivência no exterior é, para algumas empresas, um critério de desempate. Assim, a inserção na área escolhida é favorecida.

4. Crescimento pessoal

Ainda que o aspecto profissional seja importante, ele não é o único motivo para fazer um intercâmbio na faculdade. Já durante a experiência você perceberá uma mudança nas suas atitudes e até na sua mentalidade.

Explorar novas culturas ajuda a abrir a mente, a quebrar preconceitos e a desenvolver a tolerância. Morar em outro país, mesmo que por um tempo, aflora o espírito de independência e de resolução de problemas.

No final, é uma forma para conseguir amadurecer de uma maneira única. Isso o torna mais preparado para o trabalho e, principalmente, para a vida e seus diversos desafios.

Fazer um intercâmbio na faculdade é um ótimo jeito de crescer pessoal e profissionalmente. Com a escolha adequada, o seu currículo ganhará peso e a sua vida, novas lembranças.

Você tem vontade de ter essa vivência? Para qual país gostaria de ir? Conte nos comentários!